Arcanos Menores: Os Arcanos Quatros do Tarot

Depois de um longo hiato em razão de compromissos profissionais e pessoais, retomo a série dos arcanos menores, analisando hoje os Arcanos Quatro.

O que existe de comum entre os arcanos de número quatro de todos os naipes?

Para responder a pergunta precisamos pensar sobre a simbologia do número 4. Este é um número de solidez, estabilidade e manutenção. Filósofos pré-socráticos acreditavam que a existência das coisas naturais se baseia em quatro pilares: o fogo, a água, o ar e a terra. Posteriormente, a ideia daria origem a teoria dos quatro humores na qual se entendia que, para ter bom estado de saúde, é preciso manter os quatro elementos em equilíbrio no corpo.

O quatro, assim como outros números, é um símbolo que representa um tipo de energia. No caso, a energia da estabilidade, do equilíbrio,da natureza, da manutenção da ordem e do poder. Não obstante, no grupo dos Arcanos Maiores, O Imperador, símbolo de poder, estabilidade e ordem, ocupa a quarta posição.

Quatro de Ouros no Tarot dos Gatos

Enquanto a energia do três, representada pela Imperatriz, é de criação, a energia do quatro, ligada ao Imperador, sustenta a criação. Sua tarefa é proteger a família, incluindo os bens, direitos e status, e garantir que as Leis das quais emana sua autoridade e poder sejam respeitadas. Ele está sentado em seu trono com as pernas cruzadas, formando o símbolo do número quatro – o mesmo que representa o planeta Júpiter, relacionado justamente a autoridade, a civilização e o Estado, às Leis Universais e dos Homens, a manutenção da ordem e à criação.

Júpiter é a deidade máxima do panteão romano, aquele que está acima dos homens e dos deuses. Senhor de Toda Criação, nenhuma autoridade emanava senão de Júpiter, que amava as coisas naturais, mas, que criou a humanidade e os ideais da civilização. Toda a autoridade emanava da Lei e todas as Leis eram protegidas por Júpiter. Era de costume que as autoridades romanas prestassem tributo a Júpiter e que decisões importantes recebessem sua graça. O estandarte usado pelo exército romano  – a águia alada sobre o globo – é um símbolo de Júpiter.

Existe alguma incompreensão sobre a energia de Júpiter, porque assim como ele representa o universo infinitamente criativo, ele é o pai de todos os paradoxos. Ele representa uma energia que é criativa e, portanto, expansiva, que parece destoar dos valores do número quatro, que busca manter a ordem e a estabilidade e, portanto, limita.

O Imperador no Tarot Oswald Wirth: Pernas cruzadas formando o símbolo de Júpiter e sua zoofania, águia

A astrologia clássica atribui a Júpiter a regência dos signos de Sagitário e de Peixes. Sagitário é um signo expansivo, mas, preocupado com as estruturas. Não é incomum encontrar sagitarianos de Sol e/ou Ascendente que se dedicam à arquitetura ou a construção civil, às Leis que estruturam o Estado, o Universo e o Divino. Peixes é um signo tão ligado a espiritualidade como Sagitário, porém, sua busca pelo Divino é mais intuitiva ou sentimental. Significa o desejo de compreender a si mesmo como parte do Universo, e transcender a forma.

A energia do número quatro é de estruturação e ordem, portanto, um movimento de restrição. Mas é um erro pensar que a energia do quatro é contrária a expansão. Sendo ligada a Júpiter, a ordem e a estrutura é um a forma de garantir que a criação original não seja perdida no processo de crescimento. É o raciocínio de que não é possível construir uma casa a partir do telhado, mas, dos fundamentos. O contrário disso significa usar recursos inutilmente.

Existe, portanto, um desejo de expandir, de crescer ordenadamente, e nada perder no processo. A energia do quatro se preocupa com processo e, considerando que o aspecto negativo de Júpiter é o excesso, essa preocupação, quando extrapola, gera dificuldade na concretização dos objetivos ou desvio de finalidade. Caso, por exemplo, do escritor tem uma ideia muito boa para um livro, mas, por se perder em pormenores, nunca conclui o trabalho.

Essa energia de manutenção, ordenação, estruturação e preservação é expressa nos quatro naipes da seguinte forma:

Quatro de Espadas: Manter-se no seu centro. Manter o foco ou manter-se dentro de um plano. Manter a calma apesar das adversidades. Manter tudo como está.

Quatro de Ouros: Manter suas posses ou posição social. Manter as aparências. Preservar recursos patrimoniais. Manter um acordo ou contrato.

Quatro de Copas: Manter um sentimento (pode ser raiva, tristeza ou amor). Ressentir.

Quatro de Paus: Manter uma conquista. Planejar o futuro. Construir algo (pode ser uma parceria, uma amizade, uma relação, um contrato). Em alguns casos o Quatro de Paus representa uma habitação ou empresa.

Sempre que me deparo com um arcano quatro em uma consulta, pergunto o que o consulente (ou a pessoa que o arcano esteja representando) teme perder. A presença de um Quatro de Copas numa consulta amorosa normalmente reflete o medo de perder o afeto ou atenção do outro. Algumas vezes, a raiva de um parceiro é um meio de não cortar o elo com o passado. Quando ele aparece ao lado de cartas como o Seis de Copas, o Louco ou a Lua, pode indicar que a pessoa romantiza suas lembranças, o que faz ela rejeitar o presente.

O Quatro de Copas no Tarot Wheel Of The Year (Roda do Ano)

O Quatro de Espadas pode indicar o medo de perder o controle de uma situação. O consulente ou a pessoa a quem se dirige a consulta pode temer mudanças. Prefere estar na zona de conforto, onde os problemas já são seus velhos conhecidos. O medo da reação do outro também pode motivar o protelar indefinido de uma decisão.

O Quatro de Ouros pode indicar o medo da escassez. Em razão disso, a pessoa pode ter dificuldade em compartilhar seus bens, julgar mal as pessoas e buscar  relacionamentos que a favoreça social ou financeiramente. Pode denotar mesquinhez e/ou ganância em resposta ao receio de ficar em uma situação material difícil.

O Quatro de Paus representa o medo dos inimigos – reais ou hipotéticos. A vivência negativa desse arcano reflete um comportamento muito precavido ou moderado. A pessoa não demonstra entusiasmo e perder-se em pormenores. Porém, existem casos que evidenciam comportamento oposto: a pessoa quer mostrar que venceu. Gasta imprudentemente seus recursos e/ou se expõe excessivamente, o que pode causar muitos aborrecimentos e até a perda do que foi conquistado. Para saber mais sobre esse arcano, sugiro que leia o artigo O Quatro de Paus.

Entre os quatro arcanos, o mais positivo, sem sombra de dúvida, é o Quatro de Paus, considerado um dos mais auspiciosos do grupo dos arcanos menores. Porém, considerando que as cartas jamais devem ser interpretadas isoladamente (a interpretação depende de muitos fatores), a ideia de perguntar o que a energia de determinado arcano quatro deseja proteger é sempre interessante e pode esclarecer algumas dúvidas de interpretação. Espero que a dica seja útil e caso tenha essa experiência, deixe seu comentário!

Na próxima semana, será publicado o novo artigo dessa série – acompanhe!

Gratidão pela sua atenção e Namastê!

Maeve (Maira Fuzii)


Nenhuma fonte foi consultada para esse artigo. A criação se baseia somente na experiência da autora. Todos os direitos de reprodução reservados.

Imagens: Pixabay e acervo digital da autora.


ATENÇÃO: Para consultas de tarot e outros serviços peço, por gentileza:

Clicar na página de serviços. Ao acessa-la, basta clicar na imagem relacionada ao tipo de consulta que deseja

Para informações sobre agendamentos, enviar mensagem privada em nossa página do Facebook.


Conheça também  o site Sagrado&Feminino sobre terapias quânticas, vibracionais e equilíbrio energético!


Siga nossos perfis nas Redes Sociais:

Fanpage: @tarotfacil

Fanpage: @sagradoefeminino

Perfis Facebook: @maeveduir e @mairafuziiterapeuta

Perfis Instagram: @maira.fuzii e @sagradoefeminino

Tumblr: @maira.fuzii

Share This:

Arcano Quatro de Paus

Nesse artigo, damos continuidade a série de artigos sobre o Naipe de Paus interrompida em razão de vários compromissos de ordem profissional e pessoal. Peço desculpa aos leitores , comprometendo-me a atualizar o site com artigos, curiosidades e dicas interessantes ao menos uma vez ao mês.

Imagem: Quatro de Paus no Druid Craft Tarot . Fonte: Pinterest

Caso seja novo aqui, sugiro que pesquise a tag #naipedepaus e/ou #arcanosmenores para ler todos os artigos publicados dessa série e também da série Arcanos Menores, na qual comento a simbologia das cartas numeradas.

Depois de registrar meu pedido de perdão, e também orientar os novos leitores, podemos prosseguir com o tema da vez: o Arcano Quatro de Paus.

O Quatro de Paus é um arcano que normalmente sugere acontecimentos agradáveis, sendo o mais positivo dos arcanos Quatro do Tarot (clique aqui para abrir o artigo).

Ele comumente sinaliza momentos felizes de celebração, na qual o consulente comemora uma conquista ou uma situação favorável para realizar algum desejo. O Quatro de Paus pode representar um presente do Universo. Caso, por exemplo, do surgimento do patrocinador necessário para financiar determinado projeto, a entrada inesperada de dinheiro que possibilita realizar uma viagem sonhada, etc. Enfim, todas as surpresas felizes ou “coincidências” mais que providenciais que colocam a pessoa “no lugar certo, na hora certa” .

Este arcano é denominado como “Festejos”, pois, sempre determina algo positivo, que traz alegria e paz para o coração. Porém, ele não determina a concretização de um objetivo, mas, o “pontapé inicial” que tende a levar ao sucesso e a realização, a depender de como a pessoa aproveita a experiência.

Imagem: Quatro de Paus no Tarot Housewives. A imagem remete a dona de casa no momento de descanso e celebração, no qual se distancia dos problemas e afazeres cotidianos. Fonte: Acervo pessoal.

É uma das cartas mais positivas entre os arcanos menores, sobretudo quando o desejo é criar algo novo, tais como: iniciar um novo relacionamento amoroso ou sociedade comercial, construir ou comprar uma casa, planejar a viagem dos sonhos, escrever um livro, iniciar uma jornada de estudos, mudar de carreira, etc.

Lembrando que os arcanos do Tarot jamais devem ser interpretados isoladamente –  o sentido é atribuído conforme a função que eles desempenham numa leitura e a tônica do conjunto – em alguns momentos o Quatro de Paus se faz presente em uma consulta para simbolizar uma casa, uma empresa ou um local onde existe uma reunião de pessoas (a exemplo de uma festa).

No amor, o Quatro de Paus pode significar o encontro com uma pessoa pela qual é possível surgir uma paixão. Compartilho um exemplo prático:

Uma cliente aspirava se reconciliar com o ex-noivo. Ela tinha proposto um encontro para conversarem sobre o futuro deles e ele aceitou. Mas, apesar da aparente boa vontade do ex-noivo, ela pressentia algo negativo sobre esse encontro e, por isso, veio se consultar.

Imagem: Quatro de Paus no Tarot Místico Universal. A imagem (também no destaque) mostra o tradicional Maypole e a celebração pagã de Maio (Beltane) que marca o casamento da Mãe Natureza com o Sol. Fonte: acervo pessoal

Para responder a questão, eu abri o Pelàdan que mostrou uma curiosa combinação entre as cartas do Louco , o Quatro de Paus e o Seis de Paus.

O Louco é um arcano ligado à mudança, mas, especialmente o período intermediário entre o fim de uma fase e início de outra, na qual a pessoa se sente desorientada ou um pouco perdida sobre o que fazer ou como seguir adiante. Esse sentimento está presente no ex-noivo (a quem a pergunta, na verdade, se dirige), e pode ter motivado sua concordância em conversar sobre uma reconciliação. Porém, o Quatro de Paus na posição desfavorável sugeria que talvez o ex-noivo estivesse saindo com uma pessoa por quem poderia se apaixonar. O Seis de Paus representa as circunstâncias externas que influenciam a situação. No caso, o arcano pode sugerir que a pessoa com a qual o ex-noivo está se encontrando tem sentimentos por ele, e que se empenha para conquistá-lo.

Imagem: Quatro de Paus no Everyday Witch Tarot. Fonte: Pinterest

A cliente ficou aborrecida com a leitura desfavorável à reconciliação, porém, dias depois, ela ligou para contar como foi o encontro com o ex-noivo e que, infelizmente, o Tarot estava correto. O ex-noivo admitiu que tinha conhecido uma pessoa e, embora não estivesse apaixonado, ele queria continuar saindo com ela, pois, estava começando a se envolver.

Como se pode denotar, o Quatro de Paus sugeria o início de um interesse amoroso. Mas, em alguns casos, o Quatro de Paus é a fase inicial do namoro, na qual a vida parece uma festa. O casal quer desfrutar da companhia um do outro, e fazer coisas interessantes juntos.

No plano profissional, pode representar a entrada do sócio mais acertado para um negócio, uma promoção a muito esperada ou uma nova e interessante oportunidade de trabalho.

Na saúde, pode indicar melhora da vitalidade ou sua recuperação.

Como aspecto desfavorável, o Quatro de Paus pode advertir sobre o perigo dos excessos. Não devemos ser imprudentes com nossa sorte e felicidade. Até para celebrar se faz necessária a sabedoria e a humildade, a fim de que evitar ser arrogante ou excessivamente confiante sobre a própria sorte.

Espero que esse artigo seja útil para seus estudos. Desejando, deixe seu comentário sobre o que gostaria de ver publicado no site Tarô Fácil!

Namastê

Maeve (Maira Fuzii)

 


Nenhuma fonte foi consultada para esse artigo. A criação se baseia somente na experiência da autora. Todos os direitos de reprodução reservados.

Imagens: Pinterest e acervo digital da autora.


ATENÇÃO: Para consultas de tarot e outros serviços peço, por gentileza:

Clicar na página de serviços. Ao acessa-la, basta clicar na imagem relacionada ao tipo de consulta que deseja

Para informações sobre agendamentos, enviar mensagem privada em nossa página do Facebook.


Conheça também  o site Sagrado&Feminino sobre terapias quânticas, vibracionais e equilíbrio energético!


Siga nossos perfis nas Redes Sociais:

Fanpage: @tarotfacil

Fanpage: @sagradoefeminino

Perfis Facebook: @maeveduir e @mairafuziiterapeuta

Perfis Instagram: @maira.fuzii e @sagradoefeminino

Tumblr: @maira.fuzii

Share This:

Arcanos Menores: Os Arcanos Dois

No início, os arcanos menores soavam algo misterioso e complexo. Eu usava somente os arcanos maiores e, na medida em que ficava mais familiarizada, sentia-me menos encorajada de sair daquela zona de conforto. Depois de dez anos de prática, eu resolvi tomar vergonha e não adiar mais. Comecei a estudar todos os dias, ao menos quatro horas por dia, até pegar o jeito. Pesquisei na internet, comprei livros, peguei dicas com amigos. Encostei meu velho companheiro “Tarot de Marselha” e disse olá para o Rider-Waite-Smith!

2 de Paus: Tarot Rider-Waite-Smith
2 de Paus: Tarot Rider-Waite-Smith

Um dos estudos que fiz nessa época é o que transmito agora para vocês. Um estudo de padrões das cartas numeradas.

Eu gosto de estudar simbologia porque isso agrega qualidade a leitura. Algumas perguntas não podem ser respondidas com base na sequência de cartas. É preciso entender a simbologia, o que faz toda a diferença quando as cartas numeradas participam da tiragem. O que significa uma carta dois? E uma carta quatro? Muita gente usa como referência a numerologia, mas, como numeróloga, sei que isso não funciona plenamente como alguns de vocês poderão notar no decorrer deste estudo.

2 de Ouros: Tarot de Marselha
2 de Ouros: Tarot de Marselha

O primeiro post da série é o Dois. Começar com o dois foi uma opção “didática”. Ao meu ver, os ases são as cartas de maior complexidade da série numerada e, por isso, ficaram por último. Em razão da série especial de publicações sobre o naipe de paus, recomendo que leia o artigo específico sobre o Dois de Paus publicado hoje depois de ler este texto.

É comum encontrar nos livros que o Dois representa a dualidade. Mas o que é “dualidade”?

Dualidade não é o mesmo que “dualismo”, ou seja, a ideia de duas forças opostas e complementares, como bem e mal, luz e sombra; mas, literalmente, a existência de duas unidades.

Cada carta possui sua própria narrativa. No caso das cartas numeradas, a história é contada com base nos números, que funcionam como “níveis” ou “graus”.

Quando o dois era um, não existia conflito, harmonia e não incluía um outro. Tudo era instinto sem controle e só dependia de mim. Então, quando o um evolui para o dois, ele ganha um complemento. A exemplo do naipe de copas, que simboliza as emoções, o Dois de Copas pode literalmente representar a soma de dois corações, ou então, o desejo de amar + ser amado. Amar depende apenas de mim, mas, para eu ser amada é preciso haver um outro.

2 de Espadas
2 de Espadas: Tarot Rider-Waite-Smith

O Dois de Espadas representa a soma de duas ideias ou valores. A pessoa precisa decidir entre uma coisa e outra para se sentir em paz novamente. A indecisão impede a ação. Justamente por isso o Dois de Espadas é frequentemente representado pela imagem de uma pessoa vendadas com os braços cruzados.

Vemos que a soma de unidades representa pelo Dois nem sempre inclui duas pessoas, mas, necessariamente inclui elementos de mesma magnitude. No naipe de Copas é o sentimento. No naipe de Espadas, os ideais ou valores. No naipe de ouros, os interesses ou bens.

O Dois de Ouros é uma carta frequente em tiragens relacionadas à venda de bens e também no que tange aos relacionamentos nas mais diferentes esferas. Por se tratar de um naipe físico, ele pode representar literalmente duas pessoas, a troca de um bem por outro ou sua contrapartida em dinheiro, um contrato que simboliza a soma de interesses. Representada por um equilibrista no Tarot Rider-Waite-Smith, o Dois de Ouros é uma carta que fala sobre o equilíbrio fino entre necessidade e possibilidade e todas as convenções necessárias para conviver em sociedade. A sociedade é um aspecto mundano, portanto, regido pelo elemento terra.

Ao meu ver, o Dois de Paus é a mais “metafísica” do grupo, porque ela fala das possibilidades. De um lado, uma ação iniciada em outro momento encontra seu ponto de estabilidade e agora a pessoa precisa refletir sobre qual rumo irá tomar. Em certa medida, ele lembra o Dois de Espadas que simboliza a indecisão. A questão trazida por um Dois de Paus representa aquelas encruzilhadas da vida na qual a pessoa fica em dúvida sobre qual caminho seguir. Para ler agora o post que escrevi sobre o Dois de Paus, clique aqui.

Assim como os ases, os dois são cartas “abertas” que necessitam de complemento. Se o Dois sai na síntese de uma tiragem e o conjunto não permite identificar qual tônica ela recebe é preciso lançar mão de cartas auxiliares.

A simples presença de um Dois de Copas não significa que um encontro amoroso irá acontecer. Pode significar

2 de Copas: Tarot Housewives
2 de Copas: Tarot Housewives

apenas que ele é desejado ao menos por uma das partes. Do mesmo modo, a presença do Dois de Ouros numa questão sobre trabalho pode não ser suficiente para mostrar que a pessoa vai conseguir um emprego. Portanto, é preciso dar atenção para a qualidade “aberta” desse grupo de cartas.

Uma carta aberta como um verbo transitivo: precisa de complemento. Ela não é autoexplicativa. Não traz uma situação “fechada”, com começo meio e fim. É diferente de carta neutra, que possui dupla polaridade. Uma carta aberta pode ser neutra ou seguir uma tendência bem definida, a exemplo do Dois de Espadas que tende a ser negativo.

No próximo post, vamos falar das cartas Três. Aguarde!

Gostou desse post? Compartilhe com os amigos e deixe o seu comentário. E não se esqueça de curtir nossa página no Facebook.

 


Deseja uma consulta?

Clique aqui e conheça nossas opções e valores!

Valores promocionais até 30/03/2017 para a primeira consulta. Informações por e-mail.

Share This:

Para quê serve uma consulta de tarot?

Uma consulta de tarô pode ser fundamental para obter clareza sobre uma questão. É importante dizer que qualquer pergunta pode ser analisada pelo tarot.

Parte dos tarólogos se preocupa em divulgar o tarot como um instrumento de autoconhecimento, mas, o equívoco está na

Share This:

Cinco dicas infalíveis para começar com o pé direito!

No post anterior, apontei algumas razões para você aprender a ler o tarot. Agora vou apresentar as ferramentas para você COMEÇAR A FAZER isso!

Mesmo que você não tenha noção de como é um baralho de tarot, garanto que você será capaz de se sair muito bem seguindo as minhas dicas. Vamos começar?!

Share This: