Halloween, Beltane e o Elemento Fogo

No dia 31 de outubro é celebrado o Halloween, versão norte-americana do “dia de todas as almas” celebrado no Brasil no dia 02 de novembro. A festa foi incorporada pelos imigrantes irlandeses que erradicaram no país e a origem mais provável do costume é o festival celta do Samhaim (lê-se ‘sôuen’), que marca a última colheita do ano.

A celebração do ‘Dia dos Mortos’ ou ‘Dia de Todos os Santos’ também tem origem europeia, mais precisamente portuguesa. É sabido que as tribos celtas estabeleceram presença em várias regiões da Europa, inclusive Espanha e Portugal, sendo possível cogitar que o costume tenha a mesma raiz céltica que o Halloween.

O ano celta pode ser subdividido em 8 festivais, dentre os quais o Samhain. Alguns seguidores das tradições célticas optam celebrar Beltane ao invés de Samhain com objetivo de melhor sintonizar com a energia da natureza. Há quem prefira respeitar as datas tal como são a fim de sintonizar as egrégoras criadas em torno de tais festivais a centenas ou milhares de anos.

Porém, a maioria dos celebrantes optam pela celebração mista de tais festivais no Hemisfério Sul com base nas similitudes.

O festival do fogo (Beltane) simboliza o ‘chamamento’ do Sol. Trata-se de uma celebração à plenitude da luz e da vida. Samhain parece ser o exato oposto, porém, ele é um festival igualmente focalizado no Sol, que também antecede um solstício (no caso, o solstício de inverno que marca a noite mais longa do ano).

O fogo é um elemento transformativo, criativo e destrutivo. Um símbolo de vida e de morte, de luz e trevas. Na medida em que o homem dominou o fogo ele conquistou um pouco do Sol. Para os romanos e outros povos da antiguidade, a lareira era vista como o coração da casa. Fonte de calor e sustento, era o lugar onde as famílias se reuniam para uma refeição ou para aquecer-se durante um rigoroso inverno. Foi da “lareira” que surgiu o conceito de “lar”.

O naipe de Paus simboliza o elemento fogo. Cada arcano simboliza um tipo de manifestação dos atributos deste elemento, tais como: a criatividade, a impetuosidade, a agressividade, a paixão, a audácia, o calor, a luz, a clareza, o carisma, o reconhecimento, a honra, o entusiasmo, a coragem, o extremismo, a raiva, a frustração, a superação, o prazer e a alegria.

De novembro a janeiro, vamos analisar os arcanos do naipe de paus e refletir sobre os atributos positivos e negativos que eles representam.

Feliz Halloween e Feliz Beltane!

Share This:

LEAVE YOUR COMMENT

Your email address will not be published.

You Might Also Like

Here you can find the related articles with the post you have recently read.