Sibilas: O Que São, Para Quê Servem e Quais As Diferenças Com o Tarot

O retorno das Sibilas resgata o velho e quase abandonado costume de “ler a sorte”.

Existem diferenças importantes entre “realizar uma consulta” e “ler a sorte”. Uma consulta tende a apresentar um tom mais grave e até solene. Não é incomum encontrar tarólogos que realizam rituais específicos antes e depois da consulta para beneficiar a intuição e liberar as energias trocadas durante a sessão.

Caixa da Sibilla Della Zíngara, com a carta da Fortuna

Pessoas que optam pela consulta oracular trazem questões pontuais que afetam os aspectos material, emocional, mental e/ou espiritual. Querem entender as causas de seus problemas e buscar soluções. Alguns temas podem causar momentos de descontração, mas, no geral, o clima de uma consulta é distante de tudo que se possa classificar diversão.

Porém, no tempo de nossas avós e além, a forma mais popular de cartomancia era a “ leitura da sorte”, cujo objetivo era responder perguntas mais inocentes e até generalista, tais como: Com quantos anos vou me casar?; Terei muitos filhos?; Farei uma viagem além-mar?

Leituras da sorte eram oferecidas nas mais diversas ocasiões, tais como: reuniões de amigos, chás da tarde, feiras populares, parques de diversões, praças e circos. Mas, em um passado mais remoto, as leituras da sorte era algo mais “elitizado”, usadas para animar e entreter convidados em reuniões da nobreza e burguesia. O motivo estava no valor elevado do papel impresso, pouco acessível a população em geral.

O filme “Maria Antonieta” de Sofia Coppola explora uma interessante porém não comprovada história, de que a Rainha Antonieta teria um baralho para ler a sorte.

Carta Molto Denaro (Muito Dinheiro) da Sibilla Indovina: Representa ganhos, abundância financeira, resultados que superam expectativas otimistas e, em sentido negativo, a ganância e a mesquinhez

Com o passar do tempo, a leitura da sorte perdeu espaço para a consulta oracular, relegando as cartas oraculares a uma cartomancia “de segunda”.

Devido sua simbologia mais “palatável” e de fácil acesso ao público geral, as sibilas passaram a ser vistas mais como um passatempo do que um instrumento divinatório sério.

Durante muito tempo se conservou o falso conceito de que o enigmático e erudito é mais valioso que o simples e intuitivo. De modo geral, as sibilas se opõe ao conceito do Tarot por se tratarem de um instrumento muito simples e acessível. Algumas versões, inclusive, trazem pequenos versos ou resumos sobre o significado de cada carta.

No fim da década de 60, houve um resgate de antigos conhecimentos ou ciências pelo movimento da Nova Era. Foi nesse período que o Tarot teve seu renascimento, não apenas como instrumento divinatório, mas, também para meditação. Inspirada nas ideias de Carl G. Jung sobre o inconsciente e a teoria dos arquétipos, a utilização do tarot para apoiar a autodescoberta e o processo de desenvolvimento da consciência se tornou uma corrente forte ao ponto de ofuscar seu uso clássico.

Na década de 80 e 90 muitas ideias falsas se propagaram ao ponto de alguns defenderem que o verdadeiro tarot serve para reflexão e não para a predição do futuro, o que tornou relativamente desafiador defender a taromântica clássica, separando-a da ciência e da superstição.

Significa: União feliz, alegrias na vida a dois, bom andamento de negócios, um acordo

O Tarot passou por diversas fases ou escolas, que correlacionaram sua linguagem simbólica com outros ramos de conhecimento, tais como: a cabala, a numerologia, a alquimia, a magia. Porém, sempre houve um esforço para preservação de sua simbologia original.

No fim da década de 90, um número cada vez maior de pessoas passaram a se interessar pelo estudo do Tarot Clássico e outras cartomancias, culminando mais recentemente no interesse pelas sibilas, que podem ser encontradas em diferentes versões.

Representa surpresas nem sempre agradáveis e acontecimentos que estão além do controle.

Não existe uma regra ou padrão quanto a nomenclatura das cartas ou número de lâminas. É possível encontrar versões com 32, 36, 52 e até 56 cartas. Quanto à forma e a simbologia é possível encontrar certa uniformidade. Todas são ilustradas com cenas do cotidiano, o que torna a interpretação mais simples e acessível. É fácil relacionar a figura do Ladrão com perdas inesperadas ou tramas que se desenrolam furtivamente, longe das vistas. Pode-se dizer que as sibilas são a versão mais amigável das cartas oraculares, que não exige nenhum tipo de conhecimento específico ou estudos profundos, senão um esforço de imaginação.

Outra semelhança é a correlação com as cartas de cassino. Quase todas as versões trazem gravadas as cartas correspondentes no baralho comum.

O Baralho Lenormand é uma Sibila?
No destaque, as cartas O Cão e A Árvore na versão do Lenormand Blue Owl que inclui os versos relacionados a cada carta

O Tarot é composto de dois grupos de cartas: 1. Os arcanos maiores, compostos por 22 cartas e 2. Os arcanos menores, compostos de 56 cartas divididas em 4 naipes: Copas, Espadas, Paus e Ouros; totalizando 72 cartas. Já o Baralho Lenormand é composto por 36 cartas subdivididas em quatro naipes.

Para um conjunto de cartas oraculares serem reconhecidas como um Tarot é preciso apresentar a simbologia e a estrutura do Tarot. Embora o Baralho Lenormand tenha se popularizado como “Tarot Cigano”, ele constitui sistema oracular diverso. Sua semelhança com as Sibilas são tão profundas que é possível afirmar que Mademoiselle Lenormand criou uma Sibila específica para sua prática cartomântica.

 

Correlação Com As Cartas de Cassino

Qual a relação entre as cartas da Sibila e as cartas de cassino desenhadas em menor destaque? Para uma boa parcela de cartomantes, nenhuma. O significado atribuído às cartas de cassino difere das sibilas, não havendo nenhuma correlação. A indicação serve para situar as cartas em determinado naipe, atribuindo-lhe uma valência. Embora essa explicação faça todo sentido, ao meu ver, a correlação só não é visível quando se toma por base o conjunto dos arcanos menores do Tarot, cuja interpretação difere da cartomancia tradicional.

Versão mais simplificada e popular do baralho de Mlle. Lenormand. No destaque, as cartas de cassino correspondente a cada carta

Há muito tempo, eu tive a oportunidade de consultar uma senhora que praticava a cartomancia tradicional. A experiência foi especialmente marcante porque, na época, eu estava iniciando os estudos dos arcanos menores e a maneira dela “deitar as cartas” e atribuir significado a elas me chamou a atenção por ser completamente diferente do Tarot.

Essa cartomancia remonta o que acredito ser a tradição que baseou as sibilas, sendo essas últimas o que remanesceu dessa Arte. Hoje em dia, é comum encontrar livros que objetivam tratar de cartomancia tradicional e que, na verdade, falam de Tarot.

Nunca é demais frisar que Tarot e Cartomancia Tradicional são tradições diferentes, com simbologias e entendimentos igualmente diferentes.

Leitura de Tarot versus Leitura de Sibila

Uma leitura de tarot permite conhecer as tendências de futuro com base nas circunstâncias presentes, e mudar o que se entende necessário. Em alguns casos, a mudança inclui a necessidade de uma reforma íntima que permita a pessoa escolher com mais consciência e melhor. É nesse ponto que entra o aspecto da autodescoberta e a oportunidade de reflexão.

Ao contrário do Tarot, cujo enfoque é o presente, a Sibila olha para o passado e para o futuro. O presente fica praticamente restrito ao próprio ato da leitura, o que decepciona quem deseja olhar para as possibilidades. Como próprio nome sugere, a Sibila “profetisa”.

Elas respondem qualquer assunto, sem o grau de fatalismo que eventualmente encontrado em outros sistemas, tais como as Runas e os Búzios.

Uma consulta de Sibila é algo leve e divertido, que estimula a conversa e que pode ser surpreendentemente transformativo e esclarecedor.

 


Para saber mais sobre as Sibilas, deixe seu comentário!

Desejando uma consulta, por favor, entre em contato através de e-mail em nossa página de contato ou por mensagem privada no Facebook. Em breve responderei. Dúvida sobre valores? Acesse a página “consultas” e clique na imagem correspondente a Sibila.


Obras consultadas

Mazza, Odete Lopes. Baralho Petit Lenormand: introdução às combinações. Ed. Createspace Pub:USA, 2015

Lenormand, Mlle. Sibilla Indovina Oracle Cards (Livreto). Ed. Lo Scarabeo: Torino – Itália, 2007.

Artigos consultados

Abrão, Rafael Faria. Artigo: La Sibylle des Salons e o Grande Lenormand. Site: Clube do Tarot:

www.clubedotarot.com.br/site/h2319/_Sibylle_Lenormand_Rafael.asp

Riemma, Constantino K. Artigo: O Baralho Cigano – Baralho Cigano. Site: Clube do Tarot:

www.clubedotarot.com.br/site/h23_19_lenormand.asp

Site consultado

Sibillinas: uma viagem pessoal pelo mundo das sibilas. Autora: Jamile Pinheiro (www.sibillinas.com.br)

Imagens

Acervo pessoal

Mlle Lenormand White e Blue Owl: Fonte: Pinterest


Sobre a autora

Maeve (Maira Fuzii Louzada) é Facilitadora do Curso de Barras de Access e Practioner da técnica. Master Reiki, Shamballa Multidimensional Healing, Elenari Reiki e Magnified Healing. Terapeuta ThetaHealer com certificado internacional nos cursos DNA Básico, Avançado e Manifestação & Abundância com formação em Psicoterapia Holística e operadora da Mesa Cristalina Metatrônica. Consultora oracular nos sites Iquilibrio e Fortunica e colunista do site O SegredoRealiza atendimentos presenciais em Porto Alegre e à distância através dos sites IquilibrioSagrado & FemininoBlog Taro Fácil . Siga meu perfil nas redes sociais!

Para agendar uma consulta, por favor, entre em contato pelo e-mail clicando aqui

Share This:

Previsões 2017: O Brasil e o Mundo segundo a Astrologia e a Numerologia (mais dicas!)

A mudança de calendário nem sempre reflete a transição energética que marca o início de um novo ano. Para a Astrologia, um novo ano começa quando o Sol entra no signo de áries, o que ocorrerá no dia 21 de março de 2017. Para a numerologia o início de um novo ano pode variar.

Diferente de uma pessoa, a data de “nascimento” de um país é meramente interpretativa. Em relação ao Brasil existe um consenso de orientar-se pelo dia da independência. Alguns astrólogos consideram outras datas, tais como o dia do descobrimento do Brasil pelos portugueses e da proclamação da República. Porém, a maioria adota o dia 07 de setembro de 1822.

Saturno está em Sagitário durante o ano de 2017
Saturno está em Sagitário durante o ano de 2017

Tenho usado esta data como base para minhas análises a muitos anos, mas, ao realizar uma reflexão mais aprofundada sobre o tema decidi mudar minha orientação. Explico:

Em 1988, o Brasil virou uma página marcante de sua história: o período ditatorial iniciado na Era Vargas.

A primeira eleição direta depois de 20 anos foi um momento apoteótico para a nação. A construção de um novo Brasil passou a ser costurada a partir da constituinte que, na quarta-feira, dia 05 de outubro de 1988, às 16 horas, promulgou a nova Constituição Federal que adotou um novo modelo de Estado: o Democrático de Direito, “destinado a assegurar o exercício dos direitos sociais e individuais, a liberdade, a segurança, o bem-estar, o desenvolvimento, a igualdade e a justiça como valores supremos de uma sociedade fraterna, pluralista e sem preconceitos, fundada na harmonia social (…)”

Veja-se que os fundamentos deste novo Brasil libriano com ascendente em Peixes e Lua em Leão correspondem aos próprios valores de signo solar, que quer ser fraterno, igualitário, plural, harmônico e justo.

O ascendente da revolução solar atual do Brasil é Capricórnio, que é regido por Saturno, planeta que exercerá dupla regência no próximo ano, ou seja: ele será o regente do ciclo de 36 anos que começa em 2017 e também será o regente do ano. O planeta está transitando a Nona Casa, regida pelo signo de Sagitário.

mapa-astral-brasil
Céu no momento da promulgação da Constituição Federal

 

Sagitário não é um bom lugar para Saturno. Ao transitar a Nona Casa poderá causar tensão em assuntos relacionados à Justiça, às relações internacionais, às leis, à educação superior, à espiritualidade, às religiões, às autoridades e às viagens.

Saturno e a Lua são inimigos naturais. A combinação de energias tão opostas (como nesta conjunção) causa muita instabilidade na política e nas relações internacionais. A “queda de braço” entre o Legislativo e o Judiciário tende a se intensificar. Pautas polêmicas como reformas trabalhista, política, tributária e previdenciária podem ganhar fôlego com a energia saturnina. O Presidente Temer pode sofrer forte oposição no decorrer do ano. O Sol em Libra está em conjunção com Mercúrio na oitava casa, gerando problemas de comunicação.

Será um ano muito reativo, com foco na política e na economia. Os nativos de Gêmeos e Sagitário deverão se planejar bem antes de iniciar algum novo projeto, pois, estarão sujeitos a imprevistos e enganos. Não é um ano para deixar arestas. O conselho é ser diligente com as responsabilidades e prezar pela transparência.

Em agosto, haverá um eclipse no eixo Aquário e Leão. Será interessante observar a posição desses signos no mapa a fim de saber quais setores sofrerão a influência do eclipse. Para os leoninos, 2017 será um ano modesto. Para os aquarianos, um ano cármico, de aprendizado e restrições.

Capricórnio será o signo mais beneficiado e, secundariamente, o signo oposto, Câncer. Será um ano para sair da zona de conforto e crescer.

Na Numerologia, o país vive um ano regido pelo 15/6, que recebe a regência planetária de Vênus, mas, a partir de 05 de outubro de 2017, será regido por Saturno.

O número 15 é cármico e, portanto, de aprendizado. É provável que operações como a Lava-Jato revelem muitos escândalos de corrupção e que as manifestações populares pedindo ética na política continuem a acontecer, pois, isto é parte do carma coletivo que coloca o Brasil em contato com a sombra do ego. O resgate cármico acelerado é uma oportunidade.

Ganha quem pensa em termos coletivos e não somente no próprio bem.

O início do novo ano pessoal, a partir de 05 de outubro de 2017, implicará em um movimento mais lento, de planejar para inovar. Será um novo ano cármico, regido pelo número 16 que representa a ruptura. Um ano extremo que pode trazer perdas em nível coletivo, mas também inovação. Como a política estará no centro das atenções, o novo ano pessoal pode sinalizar o fim da velha política e o surgimento de novos líderes. Na economia, a construção civil ganhará novo fôlego. Será um momento de colheita, portanto, é muito importante dar atenção as sementes que plantamos.

saturno2
Saturno rege o novo ciclo de 36 anos e o ano de 2017

No mundo

O ano numerológico segue o calendário gregoriano e começa no dia 01 de janeiro de 2017, com a regência do número 10/1. Na astrologia, o será um ano regido por Saturno, mas, na numerologia o 10 é um número relacionado ao Sol. O zero é desconsiderado na astrologia tradicional pitagórica porque ele não possuía representação simbólica, porém, ele tem significado. É o vazio, o ciclo perpétuo, a energia puro criativa no universo.

Por falar em ciclo, o ano 10 inaugura um ciclo de intenso resgate cármico para toda a humanidade. Vale lembrar que o ano seguinte será um ano regido pelo número mestre 11, seguido de um místico ano 12 e de uma sequência de anos cármicos: 13, 14, 15 e 16.

O novo deve ser acolhido como uma oportunidade de crescimento e mudança de rumo em nível global. A humanidade pode enfrentar dilemas importantes, inclusive com potencial de desencadear um conflito mundial. Inclusive em nível individual, a humanidade deve pautar-se pela paz e a busca de uma expressão mais amorosa da fé.

eclipse
Em agosto ocorrerá um eclipse no eixo Aquário e Leão

O presidente da maior potência mundial é um geminiano, nascido em 14 de junho de 1946, com Ascendente em Leão e Lua em Sagitário. Vimos no tópico anterior que um eclipse acontecerá no eixo Aquário e Leão e que Saturno está conjunto com a Lua justamente em Sagitário fazendo oposição ao signo de Gêmeos. O novo presidente pode enfrentar por muitos desafios. O ano pede comunicação e diplomacia o que sabidamente são seus pontos fracos. Alianças controversas e incidentes diplomáticos podem leva-lo a perder apoio e popularidade, especialmente quando o eclipse solar no mês de agosto ativar sua casa 12. Será que assistiremos o impeachment do recém-eleito presidente americano?

A energia deste ano 10 pode intensificar a dualidade em todo o planeta. Cuidado ao eleger quem são os mocinhos e os bandidos! Manter a mente focada no coração é a melhor maneira de não criar divisão. Viva a vida em unidade com o Criador, a Terra e a Humanidade: não se conecte a ilusão da dualidade que quer nos separar e dividir.

Algumas dicas para atrair as melhores energias

Saturno estará muito presente durante todo o ano e a melhor maneira de harmonizar sua influência energética é através da ativação da energia de Vênus:

rosa-champagne
Rosas champagne para atrair a energia de Vênus
  1. Prepare um banho bem perfumado com jasmim, pétalas de rosa champagne e cascas de pêssego em 2.5 litros de água. Coloque a água em uma panela e leve ao fogo. Pouco antes da fervura, desligue o fogo e adicione as ervas. Tampe e deixe descansar até o ponto de banho. Despeje do pescoço para baixo depois do banho de higiene. As ervas devem ser dispensadas em um jardim ou vaso. Este banho pode ser repetido no decorrer do ano para afastar os conflitos e trazer alegria.
  2. Objetos de madrepérola, conchas e tons pastéis rosados como pêssego e o rosa antigo também ajudam a harmonizar a energia dura de Saturno e podem estar presentes na casa e nas roupas.
  3. Perfumes, aromatizadores de ambiente e incensos com notas de gardênia, rosas brancas, camélia, pêssego e baunilha também ativam a energia de Vênus.

Os elementos de Vênus (cores, objetos, ervas e aromas) podem e devem ser utilizados em conjunto com os elementos do Sol, tais como:

  1. As notas aromáticas ligadas ao Sol são: dente de leão, laranja, bergamota, abacaxi, açafrão e canela. Acender uma vareta de incenso ligada a Vênus e outra ao Sol é uma maneira interessante e prática de incorporar as notas certas no momento da passagem de ano ou no decorrer do ano, sempre que precisar de mais energia.
  2. Objetos de vidro na decoração da ceia de ano novo e na casa também remetem ao Sol. Para incorporar a energia de Vênus, acrescente flores e outros elementos de cor rosada.

 

Espero que todos aproveitem as dicas e que elas proporcionem um ano maravilhoso na perspectiva mais elevada do Criador! Atenção: Se desejar fazer o mapa de previsões numerológicas  ainda dá tempo!

Clique aqui para ser enviado para a página.

Sou grata! Namaste!


Fontes consultadas:

Planalto Central (sítio): www.planalto.gov.br/ccivil_03/constituicao/constituicao.html

Astrodienst (sítio): www.astro.com

As Plantas Mágicas: botânica oculta. Paracelso. Tradução: Attílio Cancian. Hemus Livraria e Editora Ltda: São Paulo, 1976. Edição virtual (PDF): www.aeradoespirito.net/Livros3/ParacelsoAsPlantasMagicasBonicaOculta.pdf.pdf

 

Share This: